Formação de mediadores – Espaço do Conhecimento UFMG
 
Explore | Formação de mediadores

Formação de Mediadores

O papel da mediação é o de promover diálogo com o visitante, não somente transmitindo informações, mas também instigando novos questionamentos. Com vistas a construir este caráter para a mediação museal, a formação de mediadores busca abranger as mais diversas áreas do conhecimento, em caráter transdisciplinar, de modo que permita conhecer variadas interpretações para os temas das exposições sob o olhar da ciência e da cultura; desenvolver um olhar sobre a divulgação e o fazer científico e sua relação com o papel da mediação museal; e se preparar para lidar com um público diverso, respeitando as diferentes crenças e formas de pensamento e de linguagem.

A acessibilidade e o atendimento a pessoas com deficiência também é tema de formação de mediadores, ofertada pelos bolsistas do Programa de Apoio à Inclusão e Promoção à Acessibilidade (PIPA), apoiado pelo Núcleo de Inclusão e Acessibilidade (NAI/UFMG).

Cuidamos ainda, diariamente, para que cada estudante mantenha aceso o seu próprio espírito investigativo e o seu prazer pelo conhecer, desenvolvendo pesquisas coletivas ou individuais, debatendo as estratégias de mediação e desenvolvendo materiais de suporte na mediação.

Os mediadores são alunos da UFMG. Eles passam por um processo seletivo e são bolsistas da Pró-Reitoria de Extensão (Proex).

Explore | Formação de mediadores | Cartilha Acessibilidade e Inclusão

Desde 2015, a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência defende o direito de pessoas com deficiência à cultura, ao esporte, ao turismo e ao lazer. Assim, espaços culturais tem buscado se adequar para oferecer seus conteúdos de forma acessível a quem tem algum impedimento de natureza física, mental, intelectual ou sensorial.

O Espaço do Conhecimento UFMG vem trabalhando nessa linha, com exposições acessíveis na Língua Brasileira de Sinais (Libras) e em Braille. O museu também realiza o projeto Sábado com Libras, uma oportunidade de encontros e trocas entre fluente nessa língua. São ofertadas oficinas com temas de teatro, astronomia, desenho e música.

A fim de capacitar seus mediadores e demais funcionários a um atendimento que contemple pessoas com deficiência, o Espaço desenvolveu a Cartilha Acessibilidade e Inclusão: você pode fazer a diferença. O documento traz orientações sobre o atendimento a visitantes com deficiências, além do alfabeto, algarismos e sinais em Libras.

A cartilha integra a formação de mediadores, que aprendem a manter o Espaço acessível a qualquer visitante.

Você pode ler o documento aqui

Se você tem alguma sugestão para complementar o conteúdo da Cartilha, a fim de melhorar o atendimento a pessoas com deficiência, entre em contato conosco pelo e-mail espacoufmg.comunicacao@gmail.com