Setembro Azul – Espaço do Conhecimento UFMG
 
acontece | Notícias | Setembro Azul

Programação acessível marca o mês dos surdos no Espaço

 

 

Em 26 de setembro, celebramos o Dia Nacional do Surdo, data importante para essa comunidade no Brasil. O décimo dia do mês marca também o Dia Mundial das Línguas de Sinais. Por essa razão, setembro foi escolhido para representar a batalha por inclusão e acessibilidade que os surdos travam ao longo de todo o ano. Durante o mês, o museu promove atividades sobre arte, astronomia e cultura na programação especial Setembro Azul.

A ocasião nos ajuda a lembrar dos desafios que a comunidade surda enfrenta para ocupar espaços como o ambiente acadêmico. Para abrir a programação e abordar o tema, o Espaço recebe a primeira professora surda da UFMG, Michelle Murta, no dia 1º de setembro. A partir das 14h, Murta, que também é mestre e doutoranda pela UFMG, participa da roda de conversa Acessibilidade na Universidade e divide um pouco da sua experiência no meio universitário, trazendo os desafios e as conquistas dos surdos nesse local.

Cultura em Libras
Muitos não sabem, mas a Língua Brasileira de Sinais (Libras) é um dos idiomas oficiais do nosso país. E não é só a língua que define a identidade da comunidade surda, como poderá ser visto na exposição fotográfica Movimentos Artísticos da Língua de Sinais, que será aberta no dia 08, às 16h. A mostra traz poesias visuais assinadas pelo casal de surdos Laís Drumond e Vagner Figueiredo.

Na manhã de sábado do dia 15, às 10h, as pessoas que se comunicam por Libras têm um encontro marcado na atividade Colecionar o Mundo em Libras. Um percurso pela exposição inaugurada neste ano vai mostrar, em Língua de Sinais, obras de artistas como Portinari, exemplares de animais de Minas Gerais e artefatos utilizados no passado para construir o conhecimento na Universidade.

E quem se interessa por fotografia não pode perder a Oficina de Light Painting em Libras, no dia 22, às 19h. Os visitantes irão aprender a pintar com luz, produzindo fotos com efeitos incríveis.

Astronomia Acessível
Fechando a programação Setembro Azul, o museu promove uma manhã dedicada aos céus. A partir das 11h do dia 30, será possível ver o Sol em detalhe através de um telescópio especial. Os participantes também visitam o Planetário para assistir à sessão Astronomia Indígena com Libras, na qual são apresentados os conhecimentos astronômicos do povo Guarani.

 

 

Programação Setembro Azul no Espaço do Conhecimento UFMG
Onde: Espaço do Conhecimento UFMG – Praça da Liberdade, 700, Funcionários, BH
Participação: gratuita

Acessibilidade na Universidade, com Michelle Murta
Quando: 01 de setembro, às 14h
Classificação: livre

Abertura exposição fotográfica Movimentos Artísticos da Língua de Sinais
Quando: 08 de setembro, às 16h
Classificação: livre

Oficina de Light Painting em Libras
Quando: 22 de setembro, às 19h
Classificação: livre

Observação Solar e Sessão Astronomia Indígena em Libras
Quando: 30 de setembro, às 11h
Classificação: livre