Setembro Azul – Espaço do Conhecimento UFMG
 
acontece | Notícias | Setembro Azul

Espaço celebra mês do surdo com programação especial em LIBRAS

 

 

Setembro é um mês importante para o fortalecimento da acessibilidade, já que, no dia 26, é comemorado o Dia Nacional do Surdo. As conquistas e os obstáculos enfrentados por pessoas com deficiência são abordados pela Comunidade Surda Brasileira, que, anualmente, desenvolve a ação Setembro Azul. O Espaço do Conhecimento UFMG participa do movimento com uma programação especial durante todo o mês.

Aos sábados, às 19h, e aos domingos, às 13h, o Planetário exibe gratuitamente a sessão Astronomia Indígena com Libras, que aborda a interpretação tupi-guarani dos fenômenos celestes. A projeção é uma produção do Espaço e conta com acessibilidade em Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). Para participar dessa experiência, basta retirar uma senha na recepção. O número de espectadores está condicionado à lotação do Planetário, que é de 65 pessoas.

No dia 26, em homenagem à data que celebra o surdo em âmbito nacional, a Fachada Digital ilumina a Praça da Liberdade de azul. A cor foi escolhida como representativa do movimento em homenagem aos surdos que, identificados com uma faixa azulada, foram mortos pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

A história dos surdos em quadrinhos
Também, no dia 26, o Espaço lança uma exposição que conta a história dos surdos em Minas Gerais a partir de desenhos em quadrinhos. A mostra é fruto de uma oficina realizada pelo cartunista Lucas Ramon com estudantes da Escola Estadual Francisco Sales, voltada para o atendimento a alunos com deficiência da fala e audição. No lançamento da exposição, Lucas vai falar sobre seu livro Três Patetas Surdos, obra que o ajudou na transformação de sua limitação física em uma ferramenta de luta pela inserção social.

Setembro Azul
O Setembro Azul foi definido como o mês do surdo por ser repleto de datas significativas para a comunidade. No Brasil, definiu-se, por lei em 2008, o dia 26 de Setembro como Dia Nacional do Surdo. Nesta data, em 1857, foi fundada a primeira escola de surdos no Brasil, o atual Instituto Nacional de Educação dos Surdos, no Rio de Janeiro.

 

Astronomia Indígena com LIBRAS
Quando: Sábados, às 19h, e domingos, às 13h
Classificação indicativa: livre
Participação: gratuita mediante retirada de senha na recepção
Onde: Planetário do Espaço do Conhecimento UFMG – Praça da Liberdade, 700, Funcionários, BHSetembro Azul na Fachada Digital
Quando: Terça-feira, 26 de setembro, das 18h às 22h
Onde: Fachada Digital do Espaço do Conhecimento UFMG – Praça da Liberdade, 700, Funcionários, BH